Visitantes

Nós temos 92 visitantes online

Avisos

Hora Certa

Ulti Clocks content

Visitas

Visualizações : 5765628

Fotos dos Dragões

Esqd GLO
Image Detail

Calendário de Eventos

<<  Abril 2014  >>
 Seg  Ter  Qua  Qui  Sex  Sáb  Dom 
   1  2  3  4  5  6
  7  8  910111213
14151617181920
21222324252627
282930    

GTranslate

English Arabic French German Italian Portuguese Russian Spanish Filipino

Contagem de Visitantes

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterTotal15188781

. . . Horário Mundial . . .

Despedida de um amigo PDF Imprimir E-mail
Escrito por Ten Mergulhão, presidente da AORE/RJ - Fotos: Com Social da ECEME   

 

    


A saída da ECEME 





 

Numa quarta-feira de manhã, em que chovia torrencialmente, aconteceu na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, onde foi instrutor por quase dez anos, a despedida do serviço ativo de um antigo Comandante do Centro de Preparação de Oficiais da Reserva do Rio de Janeiro, o Coronel de Cavalaria Gerson Silva.
 

 

Não levei máquina fotográfica, pois pensava que seria mais uma despedida de tantas que somos convidados. Ledo engano!

 

A folha brilhante de 35 anos de serviços aonde desfilavam adjetivos em profusão, a fidalguia do Comandante da Escola, General Campos, antigo Comandante do NPOR de Brasília, o carinho de todos daquela importante Escola ao homenageado, fizeram além da enorme carga emocional, uma despedida digna de um grande soldado.
 

 

Mas a gentileza e fidalguia do anfitrião, já nos cedeu o histórico abaixo (lido pelo Coronel do cerimonial) e o elogio consignado e também algumas fotos tiradas por sua Comunicação Social.
 

 

Antes de nos dirigirmos ao grande auditório da ECEME, ainda no Gabinete do Comandante, tivemos, ao chegar, boa surpresa pois encontramos diversos amigos do Haiti, que vieram para um Seminário, o último, dirigido pelo nosso amigo que se despede.
 

 

Estavam lá o Dr Luis Carlos da Costa, Deputy (espécie de Subcomandante) do Representante do Secretário Geral, o Embaixador Igor Kipman e esposa, a Embaixatriz Rosana Kipman, o Force Commander, General Floriano Peixoto e o FC anterior, General Santos Cruz, hoje Comandando uma DE em São Paulo.
 

 

Já no auditório aonde acompanhamos o General Campos, o homenageado e seus familiares, foi entoada a canção da Cavalaria.

Cel Gerson e filhos
 

 

Depois o Cel Gerson Silva ocupou seu lugar no dispositivo, o que significa dizer que ficou de pé diante de todos nós, enquanto o locutor lia todo o seu brilhante histórico (na íntegra abaixo por gentileza do Gen Campos). Não é fácil e eu vi lágrimas correrem por minhas faces, fico imaginando ele, cuja vida ali passava como em filme...


   
Cel Gerson diante de todos ouve seu histórico militar e elogio
  
 

Depois o Gen Campos ocupou o púlpito para ler o elogio após o que, foram oferecidas lembranças e uma placa de agradecimento.


 

Por fim, ouvimos as palavras visivelmente emocionadas daquele que, de 2000 a 2002 deixou seu nome na nossa história no CPOR/RJ, pois foi ele quem construiu o atual pátio de formaturas, pátio Major Apollo Miguel Rezk, pátio este que em 2006 serviu para a formatura de sua filha em um EAS/EST como lembrou D. Patricia, sua esposa.
  
O homenageado entre seus familiares
  


 

Agradeceu a muitos e não se esqueceu de nós, seus ex-Alunos. Virou-se para mim sentado na primeira fileira e disse: - Mergulhão e amigos do CPOR, agora que passo para a Reserva, estou à disposição!
 

 

A saída da ECEME, todos os militares e funcionários civis formavam em volta do Hall de entrada e foram pelo Cel Gerson abraçados, terminando numa Guarda de Lanceiros de sua Arma, que passou em revista e entrou no carro.
 

 

Histórico Militar do Cel Gerson Silva


 

Nascido a 16 de outubro de 1955 em Florianópolis – SC, filho de Miguel José da Silva e Ana Serafim da Silva, iniciou sua carreira militar como Cadete da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) em 17 de fevereiro de 1975.

Oriundo do Colégio Militar de Curitiba, o Cadete 728 GERSON SILVA foi incorporado às fileiras da 3ª Companhia do Curso Básico, na qual, desde o princípio, já demonstrou sua aptidão para os esportes, sendo convocado para a Equipe de Basquetebol da AMAN em abril do mesmo ano.

Em 1977, após cursar os dois anos do Curso Básico, foi promovido ao 3º Ano, sendo classificado na Arma de Cavalaria. Neste ano, também foi convocado para a Equipe de Voleibol da AMAN, demonstrando excelente preparo físico e moral e bem representando o Curso de Cavalaria e a AMAN nas diversas competições das quais participou.

Concluiu o Curso de Formação de Oficiais de Cavalaria da AMAN, sendo declarado Aspirante-a-Oficial em 14 de dezembro de 1978 e classificado no 3º Regimento de Cavalaria Mecanizado, em Bagé – RS.

O jovem oficial se apresentou em sua primeira Unidade em 16 de fevereiro de 1979, sendo designado Comandante de Pelotão do 3º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado e Comandante do Pelotão de Operações Especiais (PELOPES) da Unidade. Foi efusivamente elogiado pelo seu primeiro comandante de Esquadrão, em consequência de sua competência profissional, alto espírito de cooperação, educação, lealdade, sinceridade, dedicação e desembaraço no cumprimento das diversas missões e responsabilidades que lhe foram confiadas ao longo do ano.

Em 31 de agosto, foi promovido por antiguidade ao posto de 2º Tenente, de acordo com a Portaria Ministerial nº 2241 de mesma data. Em 7 de dezembro, contraiu matrimônio com a senhorita Patrícia Bandeira.

Foi promovido ao posto de 1º Tenente em 25 de dezembro de 1980, sendo elogiado pelo Comandante do Regimento, no início de 1981, pelo ótimo desempenho em suas duas funções e por ter demonstrado excelentes qualidades de oficial subalterno, dedicação, correção de atitudes, colaboração desinteressada e eficiente, garbo, desembaraço e entusiasmo, bem como, brilhantismo como atleta de basquete e voleibol.

Gabriela, sua primeira filha de um total de quatro filhos, nasce a 19 de maio de 1981. Em 18 de novembro, é transferido por necessidade do serviço para o Centro de Preparação de Oficiais da Reserva de Porto Alegre (CPOR/PA). Seu comandante de Regimento não lhe poupa elogios, destacando suas inúmeras virtudes militares como instrutor, comandante de pelotão e tesoureiro, função que acumulou nos últimos meses na Unidade. Evidencia-se, ainda, sua importante participação para que as equipes de vôlei e basquete do 3º RCMec se sagrassem campeãs nas Olimpíadas da 3ª Brigada de Cavalaria Mecanizada.

Apresentou-se no CPOR/PA em 5 de fevereiro de 1982, assumindo a função de Comandante da Companhia de Comando e Serviços. Assumiu, ainda, a chefia da Seção de Educação Física do CPOR em meados de agosto, sendo elogiado por seu comandante pela sua dedicação como oficial de treinamento físico, organizador de atividades desportivas com a Brigada Militar e técnico na equipe de basquete.

Foi convocado, em 19 de outubro, para compor a equipe de basquete do então III Exército na IX Olimpíada do Exército, realizada em Campinas – SP. O 1º Ten GERSON foi elogiado pelo seu elevado espírito esportivo e de sacrifício, demonstrando companheirismo, disciplina, espírito militar e de corpo, coesão e cavalheirismo.

Ao término de 1982, recebeu novo elogio de seu comandante pela segurança e firmeza como conduziu sua subunidade e pela apresentação de ótimos resultados, destacando-lhe, ainda, suas excelentes virtudes militares como oficial disciplinado e disciplinador, organizado, metódico, competente, sincero e leal. Estas virtudes foram enumeradas novamente em dezembro de 1983, ocasião em que foram acrescidas as de abnegação, vibração, entusiasmo e elevado senso de responsabilidade.

Em 22 de setembro de 1983, nasce o seu segundo filho, Bernardo.

Foi transferido por necessidade do serviço para o 1º Regimento de Cavalaria de Guardas (1º RCG), Regimento Dragões da Independência, em Brasília – DF, em 14 de dezembro de 1984. Em 25 de dezembro, foi promovido, por antiguidade, ao posto de Capitão e elogiado pelo comandante do CPOR, a 31 de dezembro, pelo seu acentuado espírito de companheirismo, organização, firmeza de caráter, lealdade, zelo no cumprimento do dever, energia e singular senso de responsabilidade.
 

Em 18 de março de 1985, foi desligado do CPOR/PA. Seu elogio sintetiza o brilhantismo de sua atuação ao longo de três anos de intensa dedicação àquele Centro que o consagrou como um oficial de escol. Mariana, terceiro filho do casal, nasce a 26 de março.

Apresentou-se pronto para o serviço no 1º RCG em 18 de abril de 1985, permanecendo nesta Unidade até o início de 1988. Neste período, o Cap GERSON desempenhou as funções de Comandante do 3º Esquadrão de Fuzileiros, Oficial de Informações, Fiscal Administrativo, Ajudante Secretário, Oficial de Comunicação Social, Chefe da 1ª Seção e Subcomandante, colecionando vários elogios que destacaram, mais uma vez, seus elevados espírito e liderança militares. Em 5 de julho de 1987, nasce Rodrigo, seu quarto filho.

Cursou a Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais no ano de 1988, evidenciando capacidade para ser instrutor naquela Escola e sendo classificado por término de curso no 2º Regimento de Cavalaria Mecanizado (2º RCMec), Regimento João Manoel, em São Borja – RS.

Apresentou-se na nova Unidade em 10 de janeiro de 1989, assumindo o comando do 1º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado. Em 1990, foi designado Subcomandante e Oficial de Operações do Regimento, coroando sua passagem pelo Regimento João Manoel com brilhantismo, fato muito bem retratado nos elogios recebidos por seu comandante, de onde se destacam os atributos de dinamismo, competência, dedicação, correção, criatividade, inteligência, lealdade, objetividade, clareza, flexibilidade, equilíbrio, previsão, disciplina, cooperação, camaradagem e amizade.

A 3 de dezembro de 1990, o Cap GERSON foi transferido novamente para o 1ºRCG em Brasília – DF, apresentando-se nos “Dragões” em fevereiro de 1991 e recebendo, mais uma vez, o comando do 3º Esquadrão de Fuzileiros. Entretanto, permaneceu na Unidade apenas um ano, uma vez que foi nomeado Comandante do 3º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado (3º Esqd C Mec), também em Brasília – DF. Por ocasião de sua despedida, o comandante dos “Dragões” destacou, entre os diversos atributos evidenciados em “cavalgadas” anteriores, o seu empenho na melhoria do estado dos animais e na recuperação das instalações, tornando sua subunidade um ponto de atração para os visitantes. Em 25 de dezembro de 1991, foi promovido ao posto de Major.

O Maj GERSON comandou o 3º Esqd C Mec de 17 de janeiro de 1992 a 20 de janeiro de 1994. Por dois anos, esteve à frente da única tropa mecanizada do Planalto, destacando-se por sua liderança, soluções criativas, flexibilidade, alta motivação e dinamismo nas diversas missões impostas ao seu Esquadrão. Seu impecável desempenho na liderança do 3º Esqd C MEC foi decisivo para receber o honroso convite para servir no Centro de Inteligência (CIE) do Gabinete do Ministro do Exército.

Por dois anos, o Maj GERSON destacou-se no CIE no desempenho das funções de Chefe da Seção de Manutenção Orgânica da Divisão Administrativa, Chefe da Divisão Administrativa e Ordenador de Despesas, assessorando a chefia de maneira leal e objetiva em todas as ocasiões e sendo merecedor de elogios que ratificaram seus excelsos atributos. Sem descuidar de suas responsabilidades, dedicou-se aos estudos, logrando êxito no concurso de admissão de 1995 para a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.
 

Realizou o Curso de Comando e Estado-Maior da ECEME nos anos de 1996 e 1997, sendo promovido ao posto de Tenente-Coronel por merecimento em 31 de agosto de 1996. Ao término do Curso, foi classificado na 8ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (8ª Bda C Mec) em Uruguaiana – RS.
 

No ano de 1998, desempenhou as funções de Chefe da 2ª e 5ª Seções da 8ª Bda C Mec. Após assumir a chefia do Estado-Maior da Bda interinamente na passagem do ano de 1998 para 1999, assume a função de Chefe da 3ª Seção definitivamente em 1º de março de 1999. Ao longo de dois anos, assessorou e acompanhou de forma inequívoca o comandante da Bda, demonstrando suas virtudes militares e evidenciando grande capacidade de planejamento e de organização.

Em agosto de 1999, foi nomeado Comandante do CPOR do Rio de Janeiro (CPOR/RJ), assumindo o Comando em 11 de janeiro de 2000. Nos dois anos de comando, o TC GERSON apresentou seus excelentes atributos de organizador, planejador e diretor de ensino, realizando obras importantes como: construção do pátio de formatura Major Apollo Miguel Rezk e dos postos de comando dos Cursos de Intendência, Comunicações e Material Bélico, além de reforma da infraestrutura do prédio residencial de subtenentes e sargentos, dos vestiários e das salas de administração do CPOR. Incrementou a eficiência da administração e do ensino, instalando uma rede interna de computadores e estabelecendo ligação com a rede do então Departamento de Ensino e Pesquisa (DEP), hoje, Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx). Comandou pelo exemplo, com esmerada educação e fácil comunicabilidade, ampliando os laços de amizade com o meio acadêmico carioca e valorizando os companheiros reservistas. Ao ser exonerado do Comando, foi nomeado instrutor da ECEME. A passagem do Comando foi efetivada em 17 de janeiro de 2002.

Ao se apresentar na ECEME, assumiu as funções de Assistente-Secretário, Oficial de Inteligência e de Relações Públicas. Em 30 de abril de 2002, foi promovido por merecimento ao posto de Coronel e, já no mês de maio, recebeu elogio de seu comandante pelo seu desempenho responsável, objetivo, organizado, eficaz, discreto, camarada, amigo, dinâmico, criativo e de muito boa iniciativa nas diversas atividades de assessoramento e de contatos externos, destacando-se como oficial de ligação da ECEME com a diretoria da Escola Superior do Ministério Público da União durante o planejamento, a organização e o desenvolvimento do Seminário Internacional de Direito Ambiental.

No ano de 2003, ainda acumulou a função de Chefe da Divisão de Comunicação e Informática (DCI), desenvolvendo o Plano Diretor de Informática da Escola de maneira equilibrada e eficaz. Ao ser designado para ser aluno do Curso de Política, Estratégia e Alta Administração do Exército (CPEAEx), foi desligado do Corpo Docente da ECEME em fevereiro de 2004. Em sua despedida, foi elogiado pelo comandante da Escola, que o destacou como oficial de escol, dotado de grande inteligência e detentor de várias qualidades que moldam seu caráter, entre elas a probidade, a iniciativa e, principalmente, o tato e a educação.

O Cel GERSON cursou o CPEAEx em 2004, evidenciando capacitação em todas áreas de aptidão avaliadas durante o Curso. Participou, ainda, de forma destacada no “Master Business of Administration” (MBA) Executivo, nível especialização, conduzido pela Fundação Getúlio Vargas.

Ao término do Curso, foi nomeado instrutor do CPEAEx, consequência de seu excelente desempenho e de suas virtudes por inúmeras vezes evidenciadas. Em março de 2006, foi selecionado para realizar o Curso da Universidade da Defesa Nacional da Faculdade de Indústria das Forças Armadas (ICAF) na cidade de Washington nos Estados Unidos da América, com início previsto para junho do mesmo ano e duração de aproximadamente um ano. Ao ser despedido da Escola, em 11 de maio, foi elogiado pelo comandante da ECEME, que ressaltou a valiosa contribuição do Cel GERSON em toda sua trajetória pela Escola e, em particular, em sua última função como instrutor e oficial orientador do CPEAEx, onde exerceu o papel de ligação dos alunos com a Escola de maneira salutar e harmoniosa, criando um clima de extrema camaradagem entre os componentes do Curso.

Ao concluir com êxito o ICAF, foi elogiado pelo comandante da Universidade de Defesa Nacional, pelo seu desempenho acima das expectativas e do dever, sendo reconhecido como um brilhante oficial, digno representante do Brasil e de seu Exército. Especializou-se em logística, aquisição e captação e manutenção de relacionamento com as indústrias associadas, e realizou, ainda, um mestrado em Ciências Estratégicas de Recursos Nacionais. Ao término do Curso, retornou à ECEME em 10 de julho de 2007, compondo novamente o Corpo Docente da Escola como instrutor do CPEAEx.

Em 2008, foi designado para chefiar o Centro de Estudos Estratégicos da ECEME, onde, desde então, intensificou o relacionamento com a comunidade científica nacional e formadores de opiniões, organizando e realizando diversos almoços temáticos e desenvolvendo inúmeros estudos sobre a conjuntura nacional e internacional e suas implicações estratégicas, bem como, participando de vários seminários e reuniões de intercâmbio. Conduziu o processo de implantação da Seção de Pesquisa com maestria, promovendo um ambiente de perfeita harmonia entre pesquisadores civis e militares no ambiente da ECEME.

Por fim, em 2009, conduziu com brilhantismo todas as atividades confiadas ao CEE, destacando-se no I Seminário de Gestão para Organizações Militares e no 2º Congresso de Ciências Militares, eventos em que atuou como coordenador geral e evidenciou, mais uma vez, seus atributos de liderança, organização, planejamento e desembaraço no cumprimento da missão.

Sua passagem pela ECEME também realçou sua dedicação pelo bem estar do público interno, participando ativamente da administração do Círculo Militar da Praia Vermelha por meio da participação no Conselho Fiscal no biênio 2004-2005 e no Conselho Consultivo em 2005, 2006 e 2008.

Ao longo de sua exitosa carreira, recebeu as seguintes condecorações: Medalha Militar de Bronze, Distintivo Prateado de Comando, Medalha Militar de Prata, Medalha da Vitória, Medalha do Mérito D. João VI (PMRJ), Medalha Marechal Mascarenhas de Morais (ANVFEB), Medalha de Mérito Pedro Ernesto (Câmara Municipal do RJ), Medalha do Pacificador, Distintivo Dourado de Comando, Medalha do Mérito Santos-Dumont (FAB), Medalha Militar de Ouro, Ordem do Mérito Militar (grau de oficial), Medalha Corpo de Tropa com passador de bronze e Medalha Marechal Osório.

 

 
Joomla Templates by Joomlashack