Visitantes

Nós temos 100 visitantes online

Avisos

Hora Certa

Ulti Clocks content

Visitas

Visualizações : 6281382

Fotos dos Dragões

Esqd GLO
Image Detail

Calendário de Eventos

<<  Dezembro 2014  >>
 Seg  Ter  Qua  Qui  Sex  Sáb  Dom 
  1  2  3  4  5  6  7
  8  91011121314
15161718192021
22232425262728
293031    

GTranslate

English Arabic French German Italian Portuguese Russian Spanish Filipino

Contagem de Visitantes

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterTotal18246909

. . . Horário Mundial . . .

O Dia da Artilharia no CPOR/RJ PDF Imprimir E-mail
Escrito por Ten Mergulhão - Fotos: Ten Peres   

Fala canhão!

 

 

 

O dia da Artilharia (10 de junho) foi comemorado no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva do Rio de Janeiro, Centro Tenente Coronel Correia Lima, fundado em 1927, numa formatura geral das sextas-feiras início de julho.

 

Capitão Trisi vai explicando aos convidados, a cerimônia

 

 

O Quartel em Bonsucesso amanheceu com várias peças da Arma de Mallet em exposição e cedinho, o Ten Ruyberto mandava preparar o café colonial na AORE/RJ – Associação dos Oficiais da Reserva do Exército, pois seus associados, todos ex-Alunos deste Estabelecimento de Ensino, tradicionalmente montam guarda ao busto do Major Apollo Miguel Rezk – o mais condecorado herói da II Guerra e também ex-Aluno do CPOR/RJ,  nas formaturas gerais. E alguns destes Oficiais R/2 assíduos, tem mais de setenta anos.

 

Ten Alves e Ten Ruyberto na AORE/RJ

 

A formatura foi presidida pelo Subcomandante, Tenente Coronel Pinheiros já que o Comandante, Coronel Gouvêa, encontra em viagem de inspeção aos NPOR vinculados a este CPOR. O Curso de Artilharia, em forma ao centro e o busto do patrono, guarnecido por soldados em uniformes históricos (do Forte de Copacabana e Museu do Exército). Em forma também, os alunos do Projeto Rio Criança Cidadã. Convidados, os amigos e familiares dos Alunos do Curso de Artilharia e duas Escolas de ensino fundamental, que na formatura, receberiam os kits do Projeto Nossa Bandeira: CIEP Samora Machel e CIEP Elis Regina.

 

Ten Cel Pinheiros, Subcomandante do CPOR/RJ

 

Após o canto da canção da Artilharia, o Instrutor Chefe do Curso de Artilharia, Major Martins, leu o texto alusivo ao Marechal Mallet, francês nascido em Dunquerque e que na batalha de Tuiutí, a mais sangrenta e importante mudando o curso da história na Guerra do Paraguai, também conhecida como a Batalha dos Patronos, pois nela muitos feitos heróicos deram origem a patronos de várias Armas. Dentre muitos detalhes e feitos do grande Mallet, nesta batalha dois podemos citar pois são estudados e comentados até nossos dias.

 

Primeiro, durante à noite para fugir aos olhos do inimigo, Mallet mandou cavar enorme fosso à frente de sua posição de Bateria. As terras dali retiradas eram espalhadas e escondidas longe para que o inimigo jamais pudesse supor o que os aguardava. Durante a carga da cavalaria inimiga, que fazia tremer o chão com o tropel de milhares de cavalos, mostrou também a forte disciplina e confiança que o Marechal inspirava, pois ninguém atirou até ser dada a ordem, bem de perto, pois Mallet bradava: - Deixe que venham, daqui não passam! E realmente, quando chegaram perto o suficiente para virem o perigo do enorme fosso, os canhões abriram fogo mortal!

 

A segunda característica que o deixou famoso foi a extrema velocidade com que se recarregavam e atiravam os canhões o que Le valeu a alcunha de Artilharia Revolver.

 

Major Martins fala de Mallet, Patrono da Artilharia

 

A fala do Major Martins terminou com o brado: - Fala Canhão! E uma peça de Obuseiro 105 mm colocada à retaguarda da tropa, atirou em resposta! Provavelmente o primeiro tiro – mesmo que de salva, que os Alunos assistiam desde que terminou o Curso Básico e fizeram a escolha das Armas.

 

Os padrinhos e madrinhas foram convidados a entregarem o binóculo aos Alunos do Curso de Artilharia, o símbolo do Observador Avançado daquela Arma. Em seguida, foram chamados os destaques da semana e o Subcomandante acompanhado dos Instrutores-Chefe fizeram a entrega dos respectivos Diplomas.

 

Ten Mergulhão entrega à Diretora do CIEP convidado, o kit do Projeto Nossa Bandeira

 

Após os homenageados retornarem a seus lugares, A Diretora do CIEP Samora Machel, Profª Lucia Helena da Silva Pinheiro de Souza e a aluna destaque daquela escola, Thaiza Romão foi convidada a ocupar o lugar diante do palanque, onde o Ten Mergulhão, Presidente da AORE/RJ, fez a entrega do kit do Projeto Nossa Bandeira.

 

O projeto Nossa Bandeira – Escola de Civismo é uma realização do Centro de Comunicação Social do Exército. Iniciado em 2007, com o patrocínio da PETROBRAS e o apoio da FUNCEB, atende a escolas municipais de Ensino Fundamental com a entrega de um kit cívico composto por:

 

- Bandeira Nacional;

- CD de Hinos e Canções;

- Noticiário do Exército Especial; e,

- Revista Recrutinha.

 

As Organizações Militares localizadas em regiões prioritárias para o referido projeto foram as responsáveis pela entrega. Até 2011, o projeto visa a distribuir 12.000 kits cívicos.

 

Ouvimos as palavras do Ten Cel Pinheiro que ressaltou a importância dessas visitas programadas das escolas que, após um lanche teriam uma palestra com o Tem Monteiro, Prsidente do CNOR, para alicerçar os bons valores ético e morais necessários à cidadania dessas crianças, o futuro do Brasil. Para encerrar a tropa desfilou em continência ao Subcomandante, tendo à frente o Curso de Artilharia e ao final, as crianças do Projeto Rio Criança Cidadã.

 

Oficiais R/2, ex-Alunos do CPOR/RJ

 

O Curso de Artilharia desfilou enquanto um Obuseiro de 105 mm disparava um tiro de salva, tendo a frente o Instrutor-Chefe, Major Martins. Em seguida, o Curso de Infantaria, com o Instrutor-Chefe Maj Monteiro. O Curso de Cavalaria tendo a frente seu Instrutor-Chefe, Capitão Colangelo. O Curso de Engenharia com o Instrutor-Chefe, Major Medeiros. O Curso de Intendência com seu Instrutor-Chefe, Capitão Ricardo. O de Comunicações com seu Instrutor-0Chefe, Capitão Ricardo Gomes. O de Material Bélico, tendo à frente o Tenente Boaventura. Atrás dos Alunos, seguiam os Soldados da Companhia de Comando e Serviço, comandados pelo Capitão Cesar Gomes.

 

 

 

 


 

 

Galeria de Fotos referente a este artigo

 

 

 

 

 
Joomla Templates by Joomlashack